terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

NASCER DE NOVO É REENCARNAÇÃO?







O Nicodemos perguntou a Jesus: "como pode ser isso? " - João 3. 9  
Comentários: Num primeiro momento daquela conversa sobre o nascer de novo em um novo nascimento para se alcançar a condição de poder entrar no reino de Deus, o religioso Nicodemos ficou bastante surpreso, pois era muita informação para a sua cabeça: aquele que não nascer novo; nascer da água e do espírito; nascido da carne e nascido do espírito; necessário vos é nascer de novo; o espírito é como o vento; se vos falei de coisas terrestres e não crestes, como crereis se vos falar das celestiais? Não te maravilhes: necessários vos é nascer de novo. 
Assim Nicodemos questionou: como pode ser isso?    
Tudo na Natureza tem o traço da perfeição de Deus, e uma das leis mais perfeitas na Natureza cósmica é a lei que controla os nascimentos dos seres inteligentes para passar pelas suas existências corporais, que vêm desde o homem primitivo (das cavernas) até o homem iluminado no bem e na verdade, exemplo João Batista vide Lucas 1. 14; a 17 e que tem como finalidade criar dentro do ser consciencial: níveis, capacidades, virtudes na Alma ou Espírito, e poder assim interiorizar na Natureza as grandezas da Vida eterna no seio imaterial de Deus - a superior vida nos céus do Universo espiritual. 
E muitos até perguntam assim: se a lei natural das vidas corporais que ocorre na Terra como no Universo - a reencarnação, é o princípio que desperta no ser espiritual a capacidade de entrar no reino de Deus, então qual a razão da fé e salvação em Cristo? 
Ora a fé em em Cristo, é porque ele é o nosso orientador espiritual que nos conduz à vida celeste através da sua palavra que são mensagens e orientações que nos iluminam - Mateus 23. 10, ajudando assim o nosso crescimento espiritual para a luz de Deus - Mateus 7. 24 e Lucas 11. 28
 E a salvação da alma? É um apoio espiritual: salvo das tentações, salvo de cair em abismos infernais... 
Ninguém que pense que a salvação seja sinônimo de paralisação espiritual no tempo, pois temos que tomar a nossa cruz e seguir o nosso Mestre servindo de luz para a humanidade afim de que a Luz celeste de Jesus alcance na Terra outros corações sedentos da chama da verdade divina - Mateus 5. 16;
despertando-lhes os desejos da felicidade celeste, que somente na se vivencia na vida celestial superior, e que no momento a existência temporal terrena é um campo transitório de aprendizados provacionais
E com Jesus as coisas ficam bem mais consoladores "o fardo é leve e o jugo suave" apesar das provações que sofremos para evoluir para o infinito, e passa-se a compreender melhor a resignação do motivo celeste de nossas lutas na existência terrena, Mateus 16. 28; 30
Desta forma somos amparados nas tentações do mundo carnal para não sucumbir em abismos difíceis, assim também como nas provações para vencê-las com fé e destemor,
e até socorridos no momento do trespasse de nossa Alma para o Além do Mundo espiritual, vide João 16. 33 e Mateus 16. 25 
e assim seguro nas orientações de Jesus a alma adentra em glória triunfante o Mundo espiritual para continuar a existência imortal em novos aprendizados mais elevados para a exuberante vida celestial em Deus.

Intensivo Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E
Voz do Espírito
  

domingo, 18 de fevereiro de 2018

NASCER EM ESPÍRITO, FLUXO DOS NASCIMENTOS SUCESSIVOS






O vento assopra onde quer e ouves a sua voz, mas não sabes donde vem e nem para onde vai, assim é todo aquele que é nascido do Espírito,  João 3. 8 - Elucidou Jesus a Nicodemos.
Comentários: O vento simboliza na Natureza uma imagem bem próxima em comparando-se os seus efeitos com as causas existenciais do espírito, por isso Jesus usou esta figura de linguagem no seu enunciado sobre o nascer de novo, isso porque os quatros ventos eram estudado na antiguidade como sendo os quatro elementos da natureza: água, ar, terra e fogo, vide o que diz o Espírito ao profeta Ezequiel: "porei nervos sobre vós e farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei pele e porei em vós o espírito.
Vem dos quatro ventos ó espírito e assopra sobre estes mortos" - Ezequiel 37. 6; 9 Bíblia sagrada
Vejamos bem: o espírito é que movimenta o corpo carnal, e em relação ao homem terrestre o seu corpo carnal foi preparado para viver na crosta física do planeta Terra.
Mas, o seu espírito vem do Universo espiritual tal como o vento assoprando na Natureza e encarna (nasce) num corpo carnal. Nascer, morrer e renascer é lei na Natureza cósmica (celeste). Quando o Ser morre na existência física no seu corpo carnal, ressurge no espiritual pelo nascer do espírito. 
Nas fases primárias das encarnações terrestres o espírito sente suas limitações concernentes à existência carnal que o prendem a vida material; no entanto, à medida que ele vai despertando para as grandezas da vida celeste sob o fluxo das reencarnações que fazem com que o espirito evolua sempre para o celestial, elevando-se desta forma na hierarquia espiritual,
o espírito passa a ter nascimentos de natureza superior que conferem o grau capacidade para participar da natureza dos espíritos puros - os seres angelicais que habitam nos Mundos divinos.
No relato da profecia da volta de Elias ao cenário da vida material por meio das encarnações humanas, o princípio dos nascimentos sucessivos na Natureza, que nos mostra nestas revelações que o espírito de Elias se submeteu no tempo, voltando e nascendo novamente em outra geração na qual veio a se chamar João Batista, essas imagens nos demonstra o exemplo real dos nascidos do espírito para a vida celeste - vide Lucas 1. 15 a 17. E isso não é um caso isolado ocorrido apenas com Elias,
Deus não age com discriminação ou favoritismo com suas criaturas, apenas a lei da vida distribui a cada um segundo as suas próprias obras pois o que semeia na sua carne na própria carne ceifará a corrupção, mas o que semeia no espírito do espírito ceifará a vida eterna - Gálatas 6. 8
 Porque aos que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à semelhança do seu Filho. E aos que predestinou a estes também chamou (pela preexistência espiritual), e aos que chamou a estes também justificou, e ao que justificou a estes também glorificou - Romanos 8. 29 a 30 Bíblia sagrada.
O reino de Deus é de natureza espiritual porque Deus é espirito, e para se adentrar no reino celestial só se entra pelo nascer do espírito em outras formas de energias dentro das leis naturais que regem a vida dos seres espirituais imortais. 

Voz Clama
Intensivo Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E
Voz do Espírito
http://voz-doespirito.blogspot.com.br/

sábado, 17 de fevereiro de 2018

NASCER DE NOVO, A REENCARNAÇÃO É NATURAL






"Necessário vos é nascer de novo". Não te maravilhes (impressiones) por te ter dito estas coisas, falou Jesus a Nicodemos - João 3. 7 
Comentários: Todas as pessoas geralmente ficam surpresas ao abrirem os olhos do entendimento espiritual e quando passam a compreender o nascer de novo  a mesma significação da reencarnação; ou seja, um novo nascimento ensinado por Jesus como um principio básico natural e necessário para se alcançar a plenitude de poder entrar no reino de Deus, e desta forma viver como integrante desse plano celeste, e desfrutar das  bem-aventuranças das grandezas da vida superior nos Céus.
O nascer de novo ou a reencarnação é lei da Natureza tá na própria criação da vida estabelecida pelo Criador, a sua ordem não depende do homem, não depende de crença religiosa, não depende da Ciência, e nem da Filosofia. Todos os homens estão subordinados a esse principio natural e que acontece naturalmente com o passar das gerações no tempo e espaço da evolução.
 Se não fosse a reencarnação a vida na Terra estaria no mesmo estado da era dos povos que viviam em cavernas. O corpo é apenas uma veste que o espírito usa para evolver, isto é, crescer intelectualmente. E nessa ordem natural  é que, paira a Justiça incorruptível de Deus - nada é por acaso, e sim um grande plano de Criação, no qual vai se distribuindo aos seres inteligentes as provações segundo as suas próprias obras.

E para o Ser alcançar o estado mental de natureza celeste que o integre ao grau  de unidade com o Pai da Criação, o Ser vai se submetendo na Criação aos nascimentos (reencarnações) até se aperfeiçoar (purificar) completamente, e poder assim entrar nos planos superiores da Vida celestial em Deus, que é Espírito e verdade.

Voz Clama
Intensivo Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E
Voz do Espírito
http://voz-doespirito.blogspot.com.br/


terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

NASCIDO NA CARNE, A REENCARNAÇÃO





"O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito" - esclareceu Jesus a Nicodemos - João 3. 6

Comentários: Nestas citações em referência compreendemos a preexistência da Alma humana e a sua dupla natureza na vida material como matéria (existência carnal) e espírito (vida espiritual). Herdamos de nossos Pais terrestres apenas os caracteres fisiológicos hereditários, logo  o que procede da carne e apenas fruto da própria carne. O Homem não cria o Espírito - a vida, apenas gera o corpo carnal pela inseminação do sêmen, que é líquido, aquoso. A Alma tem sua origem na essência vital do Pai da Criação Cósmica. Portanto, o Espirito vem de Deus, doador da vida imortal. 
A Vida na Natureza é constituída de planos, isto é, reinos: reino mineral, reino vegetal, reino animal, reino hominal, reino espiritual, reino angelical e, reino divino - mais alto nível de consciência cósmica.
O reino de Deus é um estado mental de Espírito, ou seja, é de natureza espiritual. E a Alma para fazer o seu crescimento para o reino celeste inicia a sua caminhada no plano carnal, nascendo primeiramente na vida material humana. A criatura não surge espontaneamente do acaso, o próprio Jesus para vir ao mundo físico teve que sair do Pai e nascer na vida material (existência carnal) - João 16. 28 e constituir-se um habitante temporário do planeta Terra e ser como ele mesmo definiu: "Filho do homem".
Quando o ser morre para a vida carnal que é a existência material, o seu espírito ressurge nascendo no Cosmo espiritual para adentrar o reino celestial que é a vida superior. Por isso a dualidade o que é nascido da carne é carne para participar da existência material com um corpo carnal, e o que é nascido do Espírito é espírito, isto é, em espírito porque Deus é Espírito - João 4. 24  
Ciclo da carne e ciclo do Espírito, os ascendentes da preexistência
Quando no estado primitivo carnal o ser trabalha somente as necessidades da vida instintiva animal, originando-se da carne o predomínio das paixões inferiores a vida do ser é bastante carnal e circunscrita em determinado globo, por isso vemos pessoas com instintos bem animalizados e agirem como animais irracionais.
Já no ciclo do Espírito, o Ser atinge níveis de consciência espiritual superior em inteligência e supremacia dos valores morais que o integra sempre à natureza espiritual em imagem e semelhança angelical. O Ser passa a ser como o vento que assopra em todas as direções do infinito, e os nascimentos sucessivos que objetivam o crescimento consciencial do espírito para o reino divino passam a ocorrer nas diferentes ordens de Mundos superiores habitados por seres inteligentes, que funcionam como educandários para a vida celeste, no plano mental do espírito imortal. - "Porque todos os que são guiados pelo espírito de Deus esses são filhos de Deus" - Romanos 8. 14 

Voz Clama
Intensivo Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E
Voz do Espírito
http://voz-doespirito.blogspot.com.br/



quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

NASCER DA ÁGUA E DO ESPÍRITO - A REENCARNAÇÃO





Na verdade, na verdade te digo: aquele que não nascer da água e do espírito não pode entrar no reino de Deus, falou Jesus a Nicodemos - João 3. 5 
Comentários: O assunto da conversa entre Jesus e Nicodemos era "o nascer de novo", em nova existência, e a dúvida de Nicodemos é a mesma das pessoas, na atualidade, que ainda desconhecem que o homem é um ser formado de matéria, conforme ensina a Ciência, e também constituído de espírito, segundo analisam os mestres da espiritualidade. 
Matéria: é toda massa formada de átomos e que constituem os corpos físicos na Natureza. O nosso corpo carnal é formado de matéria.
Espirito: energia intelectual, força imaterial de natureza cósmica imperecível no ser humano e que sobrevive à morte carnal. Espírito (hebraico, rú.ahh) refere-se a uma força invisível  (centelha da vida) que mantém a vida de todas as criaturas viventes
Nos tempos de Jesus a matéria primitiva era estudada com sendo ÁGUA, que é a substância química mantenedora de toda vida orgânica no planeta Terra, conhecido globalmente como o "Planeta Água
Há muitos séculos antes do Cristo, os gregos já estudavam que o elemento água é o componente primordial de toda vida animal no planete Terra, e a Gênese bíblica que teve a sua tradução original do grego, assim define confirmando esta verdade: "A Terra era sem forma e vazia, e havia trevas sobre a face do abismo... e o Espírito de Deus se movia sobre as ÁGUAS, Gênesis 1. 2" obs: não esqueçamos que a linguagem utilizada no Evangelho escrito por João foi exatamente o grego
A Ciência também notifica os primeiros seres vivos na Terra surgiram nos Oceanos, que é formado de moléculas de água. Vejamos o que diz a Bíblia, quarto dia da Criação, quando se refere ao princípio da vida animal na Terra: produzam as ÁGUAS abundantemente répteis de alma vivente - Gênesis 1. 20
Também o nosso corpo carnal quando é gerado no ventre de nossa mãe é desenvolvido simplesmente em uma bolsa d 'água, e é composto da substância liquida e formado de células cujo nutriente principal é água. E quando o ser humano sai do ventre materno pelo nascimento, os seus primeiros dias é 95% de água, e até os 2 anos de vida física é constituído de 80% de água. E confirma a Ciência respiramos oxigênio que é vital para a vida material, e que é um dos componentes duplo da água. A principal força que sustenta os seres humanos é o sangue, que é aquoso e composto de 90% de água.
Nota: se alguém ainda tem dúvida que a ÁGUA é a matéria orgânica nos tempos de Jesus, vejamos o que descreve o apóstolo João em 1 João 5. 6 Bíblia sagrada, o mesmo apóstolo que participou do encontro de Jesus com Nicodemos - confirmando que Jesus veio à Terra (nasceu no mundo material) por meio da água e do Espírito. E que três são os elementos biológicos da vida material na Terra: espírito, água e sangue - 1 João 5. 8
E respondeu Jesus a Nicodemos: "aquele que não nascer da ÁGUA e do Espírito não pode entrar no reino de Deus". Ou seja, as duas forças elementais da Natureza, assim definido: Matéria e Espirito. Assim quando Jesus está esclarecendo nascer da água, no seu significado atual quer dizer: nascer da matéria; mas somente a matéria não forma a vida física nos seres humanos que necessita do espírito, alma vital que sustenta todo componente celular (órgãos, tecidos, estrutura óssea, e fluido sanguíneo)
"Porei nervos sobre vós, farei crescer carne sobre vós, e sobre vós estenderei a pele, e porei em vós o espírito. Vem dos quatro ventos ó espírito, e assopra sobre estes corpos para que vivam - Ezequiel 37. 6 a 9 - Antigo Testamento bíblico".  Os quatro ventos significavam para os sábios da antiguidade, os quatro elementos principais da Natureza: água, ar, terra e fogo é o que forma a estrutura biofísica do homem terrestre
Pense Nisso: Nicodemos estava ouvindo diretamente a Jesus, o Verbo Divino da Criação, que participou pela vontade de Deus, na gênese de nosso planeta, assim também como na criação do homem, e no princípio de formação das substâncias químicas e físicas que estruturam a existência dos seres vivos
  Voz Clama
Intensivo Difusão Espiritualidade Evangélica – I D E
Voz do Espírito
http://voz-doespirito.blogspot.com.br/